gal

As rápidas mudanças sociais, económicas e culturais que têm vindo a ocorrer nos últimos anos, têm provocado alterações significativas, designadamente a nível da estrutura familiar, na expressão de novas formas de vulnerabilidade social e ao nível dos desempenhos individuais e colectivos, cada vez com maior necessidade de afirmação pessoal e social.

A crescente participação das mulheres na vida activa, a cada vez menor disponibilidade para prestar apoio à família, os ritmos de trabalho intensos, os horários sobrecarregados e irregulares e as dificuldades de conciliação desencadeiam novas necessidades sociais. Também a actual organização económica e social tem contribuído para uma multiplicação de grupos de risco, que se manifesta por um lado, no aumento significativo de desempregados e por outro no aumento de pessoas em situação de pobreza e marginalidade, no abandono escolar, baixas qualificações escolares e de qualificação profissional, desenvolvimento de estratégias de sobrevivência, empregos clandestinos, trabalho infantil de longa duração.

Este panorama social, exige uma maior retaguarda de apoio às famílias e aos indivíduos, principalmente aos jovens, filhos de famílias disfuncionais que se não forem devidamente acompanhados e orientados podem adoptar comportamentos desviantes sem retorno. Urge, por isso, encontrar respostas para promover um acompanhamento integrado a estas famílias, para que seja possível desenvolver um processo de inclusão.

Sendo este o público abrangido pela formação da Sol do Ave, tornou-se necessário desenvolver estratégias mais funcionais, mais interactivas, que desenvolvam um processo de conhecimento do formando enquanto membro de uma família, e enquanto cidadão de um determinado contexto sócio-económico.

Este gabinete tem, assim, responsabilidades a montante e a jusante da formação desenvolvida pela Sol do Ave, uma vez que, não só trabalha com os formandos ao nível de Balanço de Competências e de desenvolvimento de competências pessoais, sociais e relacionais que permitam a definição de um projecto de vida, como também apoiará esse formando, após o fim da formação, na execução desse mesmo Projecto de Vida.

Público – alvo : 

•  Jovens à procura do primeiro emprego;
•  Formandos da Sol do Ave;
•  Desempregados;
•  Desempregados de Longa Duração;
•  Indivíduos com necessidade de melhoramento das suas condições de empregabilidade;
•  Jovens que abandonaram precocemente a escola;
•  Indivíduos em vias ou em situação de exclusão social.

Actividades Desenvolvidas pelo Gabinete

a) A montante da Formação

•  Balanços de Competências;
•  Dinâmicas para o Desenvolvimento da Auto-Estima;
•  Actividades que promovam o desenvolvimento de hábitos de vida saudáveis;
•  Elaboração de Projectos de Vida;

b) Durante a Formação

•  Apoio aos formandos da Sol do Ave durante o seu processo formativo ao nível de correcção de comportamentos desviantes, comportamentos faltosos, problemas familiares, orientação para o estudo;
•  Sinalização de casos problemáticos específicos e encaminhamento para os serviços especializados;
•  Desenvolvimento de acções de sensibilização sobre temáticas actuais;
•  Acompanhamento personalizado;
•  Identificar e interpretar de forma diagnostica, problemas de natureza psico-social;
•  Desenvolver competências de Relacionamento Interpessoal;
•  Informação, Orientação Profissional e Acompanhamento Psico-pedagógico, visando o desenvolvimento de comportamentos e de atitudes facilitadoras do processo formativo e de orientação para a vida activa;

c) A Jusante da Formação

•  Orientação na pesquisa de novas oportunidades de emprego ou formação;
•  Acompanhamento do Processo de Inserção na Vida Activa através de informação profissional e interacção com os agentes produtivos locais.
• Realização de dinâmicas de grupo favorecedoras do processo de autonomia dos utentes;
 

Powered by Amazing-Templates.com 2014 - All Rights Reserved.