gal

Acções de Mobilização e Acompanhamento às Famílias

Tendo em conta a experiência da Sol do Ave na formação pudemos constatar a necessidade de reforçar o trabalho junto das famílias dos nossos formandos. Consideramos os membros da família, como elementos fundamentais à prossecução dos objectivos da formação, nomeadamente, no que diz respeito ao acolhimento/integração dos formandos quer na formação, quer na posterior integração no mercado de trabalho.

O público-alvo deste processo de acompanhamento é constituído, na sua maioria, por jovens problemáticos, desmotivados, oriundos de famílias disfuncionais, que abandonaram a escola precocemente e que integram acções de formação promovidas pela Sol do Ave. Este grupo considerado de intervenção prioritária pelo Plano de Desenvolvimento Social da Rede Social de Guimarães, depende na sua maioria dos pais, responsáveis pelos seus processos educativos e formativos, os quais nem sempre estabelecem com os seus filhos laços equilibrados de afectos e orientação em virtude de histórias de vida complicadas.

Muitos dos problemas que afectam estas famílias, estão articulados com sistemas mais amplos e geram-se devido a vias de comunicação confusas e habilidades deficientes para a resolução dos problemas. Os técnicos poderão ajudar a família a relacionar-se mais eficientemente, através de acções que capacitem a família, procurando os recursos existentes, negociando, capacitando e ouvindo.

Pensamos que o sucesso destes formandos, depende não só deles, mas do envolvimento familiar na formação, por isso este momento de participação tem início no momento em que é feita a inscrição no curso. Deste modo, a família é encarada como parceira no desenvolvimento de soluções.

Público – alvo:

•  Famílias Disfuncionais
•  Mães Solteiras
•  Adolescentes
•  Jovens à procura do primeiro emprego
•  Formandos da Sol do Ave
•  Desempregados

Powered by Amazing-Templates.com 2014 - All Rights Reserved.